contato@reisludos.com.br

  comercialreisludos@gmail.com

  (11) 2937-7825
(11) 2937-7834

DUAS A QUATRO PESSOAS
Não é preciso um grupo grande para organizar as atividades, se você tem apenas um ou dois filhos já é possível transformar a casa em um grande palco de recreação.

CASINHA E JOGOS
Para os pequenos brincar de casinha é uma ótima solução quando falta um espaço amplo, e você deve ser um dos personagens nessa história. Tão proveitoso quanto é recorrer aos jogos, que podem ser de tabuleiro e que se ajustam a varias idades: “Esse tipo de brincadeira tem tudo que elas precisam para DESENVOLVER SUAS HABILIDADES E PERCEPÇÕES. Aproveite jogos em geral que ajudam a criança a se apropriar das coisas a sua volta e que são socialmente cobradas”. Deixe a criança ter autonomia durante a brincadeira, o que melhora a capacidade de administrar a vida de maneira geral e dá possibilidade dela ser ela mesma.

CONTAR HISTÓRIAS
Não importa a idade, toda criança gosta de uma boa história, principalmente quando ela se assemelha ao teatro. “Pegue lençóis para fazer fantasias, traga um adereço, use glitter para representar alguma magia na narração, o ideal é que você dê o encantamento desse momento, eles adoram. Deixe que a criança também conte uma parte dessa história, perguntando o que acontece em seguida, quanto mais elas participarem mais gostoso fica”, indica.

MORTO OU VIVO
A brincadeira é fácil e pode ser feita em grupos grandes ou pequenos, e garante risadas em qualquer idade. Uma pessoa deve ser o mestre e quando ela disser vivo todos precisam ficar de pé. Ao dizer morto, todos se ajoelham no chão. Quem errar vira o mestre.

STOP
Para quem tem filhos que já são maiores e que sabem escrever bem a dica de Sirlândia é apostar no Stop. Basta pegar folhas de papel e caneta, decidir em conjunto os temas, sortear uma letra e escrever até que o primeiro diga stop. Cada acerto vale 10 pontos e respostas iguais valem cinco.

DESENHOS E MASSINHA DE MODELAR
Essa é uma atividade bastante simples, mas que rende muita diversão, contanto que você não se preocupe com a bagunça e deixe tudo fluir: “Deixe eles criarem, pegarem na tinta e na massinha, porque isso é contato com diferentes texturas e mexe com o tônus muscular. Pinte e modele a massinha também, para participar ativamente”.

CAIXA MISTERIOSA
A brincadeira da caixa é fácil e se adequa a vários momentos da infância: basta vendar a criança, colocar objetos na caixa e pedir para que ela pegue e adivinhe cada um deles. “Pense em coisas mais difíceis para os mais velhos, que eles não conhecem ou até mesmo aquelas gelecas de brinquedo, que vão dar um pequeno susto quando colocar as mãos”, aconselha.

CAÇA AO TESOURO
Um pouco mais trabalhosa, mas muito bacana para ambientes internos, é a caça ao tesouro. Prepare previamente as pistas, que devem ser mais fáceis ou mais difíceis de acordo com a idade, e espalhe pela casa. O prêmio pode ser um doce ou o que você achar que seu filho vai gostar de receber.

GRUPOS
Além das brincadeiras acima, grupos maiores, com mais de quatro pessoas, podem investir em outras bastante interativas, que vão trabalhar as habilidades sociais.

ELEFANTINHO COLORIDO
Crianças a partir de quatro anos conseguem entrar nessa brincadeira facilmente, que ajuda na descoberta das cores e agilidade. Um adulto deve ficar de frente para os demais e falar “Elefantinho colorido”, os participantes respondem “que cor?” e ele escolhe uma qualquer. Em seguida, todos correm para tocar em um objeto com a cor selecionada.

TELEFONE SEM FIO
Sente todos em um círculo e escolha quem deve começar. A primeira deve criar uma frase e falar ao ouvido da pessoa ao lado, que deve fazer o mesmo até completar a roda. O último deve dizer o que entendeu e ver se é a frase inicial.

PASSA ANEL
Pegue um anel e junte as mãos, escondendo o objeto. Peça para as crianças juntarem as mãos, vá passando as suas e deixe ele cair na mão de alguém. Passe por cada um mais uma vez para que não desconfiem. Ao final, escolha uma pessoa do grupo para tentar descobrir quem está com o anel, se acertar é ele quem passa. “Ela é uma brincadeira de proximidade, de toque e é muito legal de fazer”, completa.

SENHOR CAÇADOR
Faça uma roda e escolha quem será o caçador, que deve sentar ao centro e ficar de olhos fechados. Os participantes devem decidir alguém para miar, sem que o caçador saiba, e cantar “senhor caçador preste bem atenção, para não se enganar quando o gato miar miau”. O caçador deve responder “mia gato” e a pessoa escolhida deve miar. Se o caçador não tiver certeza, a música continua com “senhor caçador, o senhor se enganou. Não prestou atenção quando o gato miou”. O caçador fala quem acha ser o gato e, se acertar, quem miou fica em seu lugar.

ESTÁTUA
Escolha um líder, que deverá colocar uma música para tocar. Todos devem dançar livremente até que ele grite “estátua”, quando devem parar na posição que estiverem no momento. O último a se mexer ganha e outra pessoa vira o líder. Para dificultar, o mestre pode fazer piadas e andar pelos participantes.

Especialista indica atividades para grupos grandes ou pequenos

O DIA DAS CRIANÇAS não precisa de presentes para ser divertido e inesquecível, o melhor nessa data é aproveitar o tempo com os pequenos e realizar atividades que eles adoram. Se você está planejando uma tarde de descontração, mas ainda não sabe exatamente o que fazer, o DAQUIDALI te indica brincadeiras gostosas e educativas para curtir com eles sem sair de casa.

“O mais legal nesse dia é que os pais se envolvam de verdade e esse é o grande diferencial. Brincar não precisa necessariamente de objetos e sim de intenção e brincar com o adulto é muito importante, eles amam esse momento porque se sentem mais próximos dos pais”, explica a psicopedagoga SIRLÂNDIA REIS DE OLIVEIRA TEIXEIRA, vice-presidente da Associação Brasileira de Brinquedotecas e autora de livros como “Jogos, Brinquedos, Brincadeiras e Brinquedotecas – Implicações no processo de aprendizagem e desenvolvimento”. Entregue-se de verdade ao momento de diversão e participe, sem apenas mediar a atividade. A seguir, a especialista indica de acordo com a quantidade de pessoas.

Classificação da Atividade

Categoria: Brincadeiras

Localização: Amigos e Famílias

Público Alvo: Crianças de 2 a 8 anos.

Fonte: Site - www.daquidali.com.br (Conversa de Mãe)

To Top ↑